Como fazer empréstimo em caixas eletrônicos?

Assim como o saque no Banco24Horas, os empréstimos podem ser contratados direto no caixa eletrônico. Confira neste artigo como fazer este procedimento.

Sempre estamos a precisar de um dinheiro a mais para complementar nossas despesas.  

Isso porque o país atravessa uma crise econômica em decorrência de uma pandemia, o desemprego que chega a quase 12 milhões de pessoas sem ocupação e, agora, em razão de uma guerra.

Se você precisa de um empréstimo, saiba que é possível fazer um pedido de empréstimo  de maneira segura e rapidamente em um caixa eletrônico.

De um lado, esse procedimento pode lhe dar certa autonomia, mas de outro, é preciso estar atento às taxas e aos juros que são cobrados.

A taxa de juros de um empréstimo não costuma ter valor fixo. O cálculo é feito levando em conta o quanto você pede emprestado, e o risco que a instituição financeira pode sofrer, caso haja inadimplência. Além de outros fatores, como, por exemplo:

  • O tempo para quitação,
  • Como será feito sistema de amortização,
  • Quais são os tipos de taxas, se tem garantias ou não, dentre outros.

Agora, vamos ver se fazer um empréstimo em caixa eletrônico vale a pena.

Fazer empréstimo em caixa eletrônico vale a pena?

Os bancos, ao pensar em seus clientes, levam em conta vários fatores no momento de pedido de empréstimos. Alguns deles são urgência, rapidez, ausência de burocracia, privacidade e autonomia.

Diante disso, o empréstimo em caixa eletrônico torna-se uma comodidade.

Contudo, resta saber se todas essas facilidades valem a pena para você.

Um ponto interessante que se deve destacar é o elemento surpresa. Isso mesmo. Muitos clientes, que buscam esse serviço, já relataram a surpresa que tiveram com o valor que poderia ser solicitado. Era incrivelmente maior.

Por esse motivo, os órgãos de defesa do consumidor já fizeram o alerta, que a contratação de um empréstimo em caixa eletrônico é um recurso que pode levar ao endividamento. Veja só duas razões para esse risco:

1. o valor alto disponível não significa que deve ser totalmente contratado. O que os bancos disponibilizam é para você saber que, sendo um bom cliente, tem esse crédito. Mas isso não significa que deve tomá-lo todo ele.

2. a urgência não deve fazer de você um refém. Pare e pense, principalmente, nas taxas de juros e no valor das parcelas e contrate somente o essencial ao momento.

Se você levar esses dois itens em conta, o empréstimo vale a pena.

É muito difícil cancelar um contrato, caso tenha ficado induzido a pegar para mais ou que o pedido foi um engano. Embora tenha ficado chocado com os juros abusivos, você não vai conseguir lutar contra a burocracia nesse sentido.

Aí o mal já está feito. Aí não vale a pena.

Quais são as vantagens e desvantagens de fazer empréstimo no caixa eletrônico?

Vantagens:

  • Apraticidade e a conveniência;
  • Além disso, o limite geralmente é pré-aprovado, e as parcelas são debitadas diretamente na sua conta, na melhor data de sua preferência. Isso oferece ainda mais facilidade de pagamento;
  • Em se tratando de crédito automático, o empréstimo tem contratação simples;
  • O valor solicitado é liberado na hora, na sua conta, sem burocracia.

Desvantagens:

  • Juros abusivosdos bancos;
  • Os juros aumentam significativamente;
  • Indução: a ideia de empréstimo torna-se tentadora, em razão da facilidade de obter dinheiro rápido, ou seja, você faz a transação por impulso;
  • As ofertas variam de acordo com o cliente. Desse modo, não é porque um amigo pegou ou um familiar pegou e deu certo que vai acontecer o mesmo com você;
  • Além disso, as taxas são diferentes de banco para banco. Alguns até apresentam algumas taxas surreais, com um Custo Efetivo Total, o temido CET, muito mais alto do que realmente é informado;
  • A dificuldade para fazer o cancelamento. Empecilhos bancários, regras, multas, contrato. É muita burocracia, apesar de existir a lei que diz que o consumidor tem 7 dias para desistir de qualquer negócio.

Quais bancos permitem fazer esse empréstimo?

Banco do Brasil: se você é cliente, é possível, por meio deste banco, fazer empréstimo em caixa eletrônico. Geralmente o cliente tem crédito pré-aprovado. Dessa forma, basta você usar seu cartão e escolher a melhor opção oferecida. No próprio caixa eletrônico você visualiza todas as condições da operação e quais serão os valores cobrados antes de confirmar a solicitação. 

Caixa Econômica Federal: O CDC Automático é uma linha de crédito pré-aprovado que dispensa avalistas e pode ser contratado pelo Internet Banking, app CAIXA ou nos caixas eletrônicos das agências da CAIXA. O valor do empréstimo é disponibilizado direto na conta, sem burocracia, e você tem até 48 meses para pagar.

Banco Itaú: vá até o caixa eletrônico Itaú, coloque o seu cartão, digite a senha e selecione Empréstimos > Novo empréstimo. Se você não tiver limite pré-aprovado, vá até a agência Itaú mais próxima e fale com a nossa equipe para pedir um empréstimo pessoal.

Quais são as taxas?

Como já falamos, as taxas variam muito de banco para banco. Mas, aqui, iremos fazer um tipo de simulação, a partir dos próprios dados divulgados pelos bancos.

Por exemplo: há algumas taxas atrativas. Daí os juros podem variar entre: 2,99% a.m. (CET de 44,57% a.a.) e 5,97% a.m. (CET de 118,83% a.a.), num período entre 2 e 72 meses, de acordo com a sua disponibilidade no momento da contratação, com parcelas mensais e fixas.

Veja só: se você solicitar um empréstimo de R$ 5.000,00, em 24 parcelas, com juros de 3,11% a.m. (CET de 48,78% a.a.) terá parcelas de R$ 306,40. E não se esqueça de que essas condições variam, de acordo com o valor e prazo da operação, bem como o seu perfil.

Qual o valor mínimo?

Para saber qual é o valor mínimo que você pode pegar, é preciso consultar seu extrato. Alguns bancos disponibilizam esse serviço nos extratos bancários. Alguns bancos até fornecem extrato somente para você conhecer quais são os empréstimos que pode pegar e quais são seus limites.

Mas não se esqueça de que, antes de contratar qualquer empréstimo, verifique se é possível arcar com as prestações.

Outra coisa: o prazo para pagamento, ou seja, em quantas parcelas você pode dividir vai variar, de acordo com o se perfil e se você tem esse serviço liberado, uma vez que há análise para a aprovação de crédito.

Os prazos para pagamento do BB Crédito Automático podem variar de 2 a 72 parcelas e as taxas de juros, de 2,99% a.m. (CET de 44,57% a.a.) e 5,97% a.m. (CET de 118,83% a.a.).

Comprometimento é o que todos nós devemos ter quando estamos prestes a realizar um empréstimo.

Pense em três coisas: solicitar o empréstimo+ dividir as parcelas = pagar as parcelas

pense nessa equação,

pense no seu orçamento, e

pense se vai conseguir realmente pagar até a última parcela.

©©© Essa é a nossa dica.© ©©