Publicidade

Se voce quer viajar com segurança sobre lagos, lagoas ou mar, ou seja, ter aquela sensação maravilhosa de passar com o drone por cima da água e não correr o risco de seu equipamento cair, o ideal é seguir alguns passos, veja só.

Publicidade

Dicas de pilotagem para iniciantes

  1. ligue o equipamento e faça calibragem de compasso,
  2. desabilite a função VPS,
  3. mantenha distância de obstáculos que possam interferir na calibração do drone,
  4. tenha cuidados com pássaros,
  5. não tente fazer voos contra o vento.

Em seguida:

  1. atenção aos sensores, por isso é importante desabilitar a função Vídeo Position System, especialmente para que seu drone não se “confunda” com os reflexos da água.
  2. a bateria é um elemento que requer cuidado nesse momento. Para tanto, observe a direção e a força do vento, para que seu drone não precise usar muita bateria. Decole com a bateria completamente carregada e não pense na hipótese de usar a bateria de emergência. É fria na certa.
  3. ainda que seja divertidíssimo passear com o drone sobre a água, não ouse  aproximá-lo demais da água. Pode haver deslocamentos os quais você não pode prever. O máximo de distância permitida é a de 10 metros.
  4. a fim de que seu equipamento não saia voando por aí, ignorando seu comando, faça a programação da função HOVER, ao contrário da return to Home. Assim, ao perder o sinal, a aeronave ficará parada no ar até os 10% de segurança. O que te dará tempo de se posicionar, posicionar seu barco e resolver a situação.
  5. atenção aos obstáculo, porque eles podem oferecer interferência na calibração do compasso e do sinal. Por isso, cuidado com as antenas, com os aparelhos eletromagnéticos e com as torres de telecomunicação.
  6. não deixe de cumprir o que programou do momento da decolagem até a aterrisagem. Não crie riscos fugindo ao plano.
  7. É sempre necessário fazer um planejamento de tudo o que você quer ou precisa fazer com o aparelho no ar.

Ainda que seja um piloto experiente e que tenha confiança em seu aparelho e na sua pilotagem, não quebre os protocolos de segurança.

Obedecendo a todas as normas de segurança, especialmente quanto ao tempo de voo e a carga da bateria, certamente seu voo será excelente.

Publicidade

Se, por ventura, seu drone cair na água, não se desespere. Apesar do prejuízo, há alguns itens que podem ser recuperados, como o cartão de memória. Para tanto, é preciso que você instale um dispositivo que permita a recuperação. É o dispositivo Getter Back, também usado por pescadores, que pode ser usado no drone.

Se você quer ou precisa de um equipamento que possa garantir um voo seguro sobre água, saiba que já tem no mercado drones com capacidades de operação na água, ou até mesmo debaixo de chuva forte.

Esses aparelhos são capazes de voar e pousar com tranquilidade sobre águas e, assim, tornando muito mais seguro seu trabalho de gravação ou imagens em cima e embaixo d’água.