FGTS 2022: entenda como será o novo pagamento do FGTS de até R$ 1.000,00

Possui conta ativa ou inativa no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS)? Contiue lendo e saiba se você tem direito a sacar até R$ 1 mil desse dinheiro

Com o intuito de dar um fôlego à economia, o presidente Jair Bolsonaro e o ministro do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni, assinaram a Medida Provisória -MP 1105/2022, no Diário Oficial da União, autorizando o saque extraordinário das contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço – FGTS, no valor de até R$ 1.000,00, independentemente do número de contas que o trabalhador tenha.

Esse decreto irá antecipar o 13º salário de aposentados, pensionistas e outros segurados do INSS.

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, confirmou o anúncio e acrescentou que os pagamentos começarão a partir de 20 de abril de 2022, até 15 de junho de 2022.

De acordo com a medida provisória, cada trabalhador poderá sacar até R$ 1.000,00 de suas contas do FGTS, desde que possuam o valor disponível.

Tal medida do governo visa a dar um auxílio na economia. 

De acordo com a Agência Brasil, o FGTS poderá ser sacado por cerca de 42 milhões de brasileiros.

A estimativa do Governo é que sejam injetados R$ 30 bilhões na economia, se, por 

ventura, todos os trabalhadores fizerem o saque.

Além disso, a liberação do saque tem como intenção diminuir o comprometimento de renda e o endividamento das famílias, em razão da crise sanitária provocada pela pandemia de covid-19 e pela inflação.

Quem tem direito ao saque?

A liberação do dinheiro do FGTS será feita para todos os trabalhadores que tenham saldo em contas ativas ou inativas no FGTS, até o limite de R$1.000,00, seguindo as datas estabelecidas no calendário.

Segundo a Agência Senado, se o trabalhador tiver um saldo inferior a R$1.000,00 em sua conta vinculada, a retirada será somente sobre o montante disponível. 

Em relação às demais quantias bloqueadas, elas não estarão disponíveis para o saque nessa modalidade de retirada extraordinária.

Como consultar o saldo das contas do FGTS?

A consulta do saldo do FGTS pode ser feita pelo aplicativo do Caixa Tem. 

Para tanto, o trabalhador pode baixar o aplicativo e informar o número do CPF e data de nascimento e selecionar a função FGTS extraordinário e aguardar o envio para as contas.

O CAIXA Tem é um aplicativo que visa facilitar o acesso de todos os brasileiros a serviços e transações bancárias.

Trata-se de um aplicativo leve e compatível com praticamente todas as redes e aparelhos celulares. 

A tecnologia também é acessível para Pessoas com Deficiência (PcD).

O primeiro passo é entrar na loja de aplicativos da Google Play, se o seu celular for Android, ou na Apple Store, caso seu dispositivo seja iOS.

Baixe o app CAIXA Tem. 

Agora, confira o passo a passo para consultar o saldo do FGTS pelo app:

  • Abra o aplicativo e selecione a opção “Cadastre-se”,
  • Informe seu CPF, 
  • Nome completo, 
  • Data de nascimento, 
  • E-mail, e 
  • Cadastre uma senha de acesso numérica, com seis dígitos.

Depois clique em “Não sou um robô”,

Agora, o trabalhador vai receber um e-mail de confirmação por e-mail e, clicar no link que foi enviado.

  • Após o cadastro, abra o aplicativo e informe o “CPF” e “senha” cadastrada,
  • Faça o login; 
  • Em seguida, vão aparecer algumas perguntas adicionais sobre seu histórico profissional, tipo: o ano em que o trabalhador começou a trabalhar, em qual emprego ou em que ano o trabalhador saiu de outro trabalho. 
  • Após responder às perguntas, é preciso ler e aceitar as condições de uso do aplicativo, 

Está pronto o seu cadastro, e o seu saldo logo, logo vai aparecer na tela do app.

A propósito: 

No primeiro acesso, o trabalhador receberá um código em uma mensagem SMS para confirmar sua identificação no app.

Para isso, basta informar o número de telefone e, em seguida, digitar o código recebido dentro do app.

Agora está na hora de usar o serviço.

Interessante ressaltar que, ao usar o aplicativo, você vai perceber que se parece muito com uma conversa.

Se quiser aproveitar o aplicativo depois vai ser muito bom.

É um aplicativo com muitos serviços e melhor ainda para usá-los, como 

  • Enviar e receber PIX,
  • Fazer depósito,
  • Fazer pagamentos de boletos ou contas, 
  • Mandar dinheiro, 
  • Fazer compras na internet ou no seu aplicativo preferido com o seu cartão de débito virtual.

Existe também uma possibilidade: a do trabalhador não querer sacar o FGTS.

Nesse caso, é preciso informar a Caixa a partir do dia 8 de abril. 

Para tanto, basta entrar no aplicativo do Caixa Tem, FGTS e informar que não quer sacar o dinheiro, de maneira que o montante possa voltar para a conta do FGTS do trabalhador, até o dia 10 de novembro. 

Ainda que o trabalhador não informe nem faça nada, o valor voltará à conta de origem, com correção monetária. 

Atenção

Pode ocorrer de o trabalhador encontrar dificuldades para consultar o saldo do FGTS pelo app.

Nesse caso, o interessante é entrar em contato com a Caixa pelos números 4004-0104 (capitais e regiões metropolitanas) ou 0800-1040104 (demais regiões).

Como receber o novo saque do FGTS?

O dinheiro vai ser disponibilizado automaticamente na conta do trabalhador pelo aplicativo Caixa Tem. 

Se o trabalhador tiver mais de uma conta do FGTS, o saque é feito de duas maneiras:

  1. Em contas relativas a empregos antigos, a começar pela conta que tiver o menor saldo, depois,
  2. As outras contas, a começar pelas que tiverem saldo menor.

Caso haja valores bloqueados na conta do FGTS, estes não poderão ser sacados, como, por exemplo, os montantes usados como garantia de empréstimos na modalidade antecipação do saque-aniversário

Como será o pagamento?

Confira o calendário completo de liberação do novo saque do FGTS:

  • nascidos em janeiro: dia 20 de abril,
  • nascidos em fevereiro: dia 30 abril,
  • nascidos em março: dia 4 de maio,
  • nascidos em ​abril: dia 11 de maio,
  • nascidos em maio: dia 14 de maio,
  • nascidos em junho: dia 18 de maio,
  • nascidos em julho: dia 21 de maio,
  • nascidos em agosto: dia 25 de maio,
  • nascidos em ​setembro: dia 28 de maio,
  • nascidos em outubro: dia 1º de junho,
  • nascidos em novembro: dia 8 de junho,
  • nascidos em dezembro: dia 15 de junho.

Saiba que 

O FGTS é um direito do trabalhador com carteira assinada pago pelo empregador. No caso do saque extraordinário, o valor é limitado ao saldo que o trabalhador tiver na conta. 

Outra coisa: o saque é facultativo. O trabalhador pode querer ou não sacar. No primeiro caso, se o trabalhador é calmo e sabe esperar, não é preciso fazer nada.  

O dinheiro será disponibilizado automaticamente na conta do trabalhador no Caixa Tem.

No segundo caso, se o trabalhador não tiver interesse em sacar o FGTS, não é necessário fazer nenhuma transação.